17 mar.

Termografia da FLIR é aplicada no Zoológico de Sorocaba

O Zoológico Municipal “Quinzinho de Barros”, em Sorocaba SP, está utilizando as soluções de termografia da FLIR para evitar que o calor deste verão prejudique os animais. Um equipamento de portátil de ondas infravermelhas está sendo utilizado para calcular a intensidade do calor corporal dos bichos e até dos funcionários.

Com o uso dos equipamentos de termografia da FLIR o zoológico tem conseguido identificar como os animais reagem e combatem o calor. Em uma demonstração para o telejornal da TV TEM o equipamento registrou uma diferença de temperatura entre o casal de elefantes. Segundo o veterinário Rodrigo Teixeira a diferença de temperatura pode ser explicada pelo fato do macho estar no seu período reprodutivo. Pela manha a temperatura corporal da fêmea era de 38°C. À tarde, sob o sol, o equipamento de termografia registrou 62°C.

O equipamento da FLIR também permitiu verificar como os tucanos reagem ao forte calor utilizando o seu longo bico para regular a sua temperatura. Os animais de grande porte como ursos, grandes felinos e antas estão na lista dos que mais sofrem com o calor. A medição termográfica registrou quase 45°C na areia da jaula das antas.

Com a ajuda da termografia da FLIR o zoológico sabe quando adotar medidas para amenizar o efeito do calor. Os ursos, por exemplo, recebem um picolé de frutas, carnes ou peixe. Outros animais recebem “enriquecimento ambiental”, que são cuidados tomados para refrescar os ambientes e proporcionar melhore qualidade de vida no cativeiro.

Os funcionários também foram beneficiados pela tecnologia de termografia. Agora eles contam com um intervalo no meio do dia para se refrescarem com um banho.

Veja a matéria completa no portal do G1.

Share this